Páginas

terça-feira, 20 de março de 2012

Quem nunca?

No começo achou tudo uma loucura, que sua vida nunca mais voltaria ao normal e que nunca mais iria conseguir fazer nada.
Ocilou em querer amamentar e não querer, pois no começo a consome demais e não é tão prazeroso quanto imaginava.
Deixou o bebêzinho de poucos meses com cocô no meio da noite por mais um tempo porque ele depois de fazer cocô adormeceu profundamente e você estava desesperada por umas horinhas (ou minutos) de sono.
Depois daquela história de você colocar o bebê no berço e ele acordar pela décima vez, você simplesmente "enfia" o bebê no carro pra dar uma volta e ele dormir. Isso sempre funciona!
Ou então ligou tv, secador, rádio ou qualquer barulho que funcionasse para o bebê dormir porque seu repertório de músicas infantis ja tinha acabado (e seus braços também!).
O pai acaba de botar o primeiro pé pra dentro de casa e você praticamente joga o filho nos braços dele para tomar aquele banho demorado ou poder comer com calma.
Disputou com o pai algumas fraldas (principalmente quando é de cocô) para ver de quem era a vez de trocar.
Lavou a louça ou fez alguma refeição balançando o carrinho com o pé.
Enrolou mais uns minutinhos no shopping ou supermercado só para ficar mais um tempinho sozinha.
Ou resolveu sair sozinha pela primeira vez e ficou ligando para o marido para saber se estava tudo ok.
Colocou o dvd farorito do filhote para poder dar umas namoradas com o papai.
Deixou o filho mexer no celular (no nosso caso ja gravamos o desenho preferido dele pra essas emergências), em um restaurante para vocês poderem comer sossegados.
Inventou que tem um bicho dentro do nariz e vai comer o dedo do filho se ele não tirar o dedo. (essa foi do pai)
Ficou cantando músicas de adultos para o filho e quando ele aprende você briga dizendo que ele não pode cantar a tal música.

Ignorou total aquela bolachinha que caiu no chão e ele continuou comendo.

Inventou uma dança maluca para chamar a atenção do bebê.

Naqueles dias de frio "esqueceu" o tempo do filho na tv porque está muito gostoso ficar na cama.

E a clássica de deixar o filho assistir tv para poder cozinhar, passar roupa au até blogar um pouquinho.

Quem nunca, ein?? rs

Beijo


10 comentários:

Ana Claudia disse...

rsrs...tudo verdade...que atire a primeira pedra quem nunca fez uma coisinhas dessas...gostei!

bj

Mariane disse...

Kkkkkkkkkkkkkkkkk, Ari a da disputa prá trocar a fralda é uma constante em casa viu.... como o Flávio só chega a noite da farmácia as ultimas trocas são sempre dele rsrssss. Amei esse post, ri mto, aconteceu quase td aki em casa tbm. Bjos

Paty disse...

Gostei muito deste post! Isso constata o que minha mãe sempre me dizia: "Mãe é tudo igual, só muda de nome e de endereço" hehehe

E é verdade, quem nunca fez né?! hehe

bjoos querida

Ivna Pinna disse...

hahahahahhaa
É verdade! Já fiz muitas dessas coisas amiga!! Eu assumo! rs

Beijos

Kariny disse...

Hahahaha adorei esse post, e confesso que já fiz a maioria dessas coisas! Beijos!

Kariny disse...

Hahahaha adorei esse post, e confesso que já fiz a maioria dessas coisas! Beijos!

Renata disse...

por aqui aconteceu tudo isso tbm =) e a disputa para trocar a fralda ainda continua por aqui hahaha

Karine Paim Maia disse...

Adorei o seu post. Já fiz tudo isso que vc falou e um pouco mais! Nós tb temos limites, não é?

Renata Lopes Costa disse...

Adoro a ideia de enrolar um pouquinho no shopping ou suopermercado só pra ficar SOZINHAA. Agora não conte pra ninguém, mas eu enrolo (às vezes) até no banheiro! Que loucura... Hehehe!

Adorei!

Dayane disse...

Hahahahaha Com exceção dos perrengues do começo (juro que pra mim os primeiros meses foram tranquilos) e de empurrar o carrinho com o pé enquanto lava louça, fiz todo o resto. heauheuaea
Adorei.
Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...