Páginas

sábado, 10 de setembro de 2011

Não Super Nanny, não!



Quando ainda estava grávida eu adorava assistir programas de bebês (como a chegada do bebê) e programas que "ensinam" a educar nossas crianças (como Super Nanny), pensava que era a forma correta e que sem dúvidas era aquilo o que eu faria.

Haha, rio de mim mesma hoje, claro que tem muitas coisas e exemplos positivos ali mas aquele HORROR da história de deixar a criança chorar, berrar, descabelar até dormir não gosto. Uma vez eu estava de saco cheio da primeira pediatra do Arthur e decidi consultá-lo em outra por indicação de uma amiga. Ela me disse, entre outras coisas que não gostei, que eu TINHA que deixar o bebê dormir sozinho no berço (ele tinha uns 7 meses eu acho), que na primeira noite ele iria chorar umas 3 horas, na segunda 2, na terceira 1 e em 1 semana ele iria aprender a dormir sozinho. Como sou muito boba cheguei em casa, contei pro meu marido e ele não gostou nem um pouco da idéia mas eu insisti que tentássemos (já pensou que absurdo eu tentar isso?), o berço dele ainda estava ao lado da nossa cama, eu apaguei as luzes, deitei na minha cama e so fiquei observando. Ele deve ter chorado uns 15 ou 20 minutos até que vomitou. Na hora parei com tudo, morri de raiva da pediatra e nunca mais tentei isso (sem contar o arrependimento que fiquei), tem necessidade deixar um bebezinho que só quer estar perto de você sofrer desse jeito??? Sei que essa doutora nunca mais nos viu na sua frente.

E esses dias assistindo o programa novamente e Athur junto comigo vi a cena da criança desesperada... ahh gente, que dó!! O mundo precisa ser assim? Acho que não né? Essas criaturinhas hão de passar por muitas coisas na vida ainda e pra que nós pais vamos adiantar alguns sofrimentos desnecessários? Paaaara! E ainda outra coisa ainda quando estava assistindo o programa... passou aquelas crianças todas brigando umas com as outras, chutando, xingando, tratando a mãe mal e quando eu notei meu Arthurzinho estava morrendo de rir daquilo... Aff, desliguei na hora!! Como influencia essas coisas não? Nem achei que ele estava prestando atenção e ele la, raxando de rir....rs ahhh esse menino!!!

Bem, esse foi mais um erro meu. Acho que foi bom até ter errado pra hoje defender com unhas e dentes que se bebê dorme bem com os pais, pra que não deixar? E aprendi a não me incomodar mais quando as pessoas ficam dizendo que estou errando. Errando? Em dar carinho e aconchego para o meu ainda único filho? Não obrigada, estamos bem assim.

E Super Nanny, me desculpe mas aqui em casa você não entra mais!

beijinhos

7 comentários:

Agente especial "mamãe" disse...

Olá Ariane, vim retribuir a visitinha, que legal achar outra colega de profissão...rs
eu amo assistir super nanny, claro que o Bryan não assiste comigo, senão já viu...rs
mas eu fico pasma com algumas crianças, gizuis, mas parecem bichos na selva, acho que vai muito da criação tmb né,muitas das mães que vejo criam os filhos soltos e depois reclamam e querem ordem , é fogo.
bjos

Dayane disse...

Concordo em tudo Ariane!! Vou até fazer um post sobre isso também.. Eu sempre tento pensar como os bebes se sentem e penso assim: imagina você chorando, querendo um abraço do seu marido, você sabe que ele está ali, mas simplesmente ignora voce chorando... como a gente ia se sentir?? Deve ser assim que o bebe se sente, né? Sério, tenho muita raiva dos peditras que falam pras mães fazer isso, profissionais da saúde... onde nesse mundo pode ser saudável um bebê chorar por horaaas?? Eu também adorava assistir super nany, ela ainda ensina muita coisa boa, como o incentivo e reconhecimento quando a criança cumpre as regras, o cantinho da disciplina, organização (rotina), tempo em família... mas essa de deixar chorando e o desmame abrupto não descem.
Beijos

Marina Breithaupt disse...

Olá querida, tudo bem?
Pois é, tb passei por isso!! Acabei me rendendo aos conselhos do Pediatra e deixei meu bebê chorar...foram as 3 horas mais longas e doloridas da minha vida..até que invadi o quarto e o peguei!! Nada disso aqui em casa!!Que maldade, né??
Estou seguindo vc, passa no blog para participar do sorteio de uma sapatilha Ballasox!
Estou esperando vc!
bjos
www.petitninos.com

Tatiana Bonotto Cake Designer disse...

Olá, estou passando por aqui, para convidar você para conhecer meu DOCE blog.

Quando puder passe por lá, vai ser prazer ter sua companhia.

www.tatidesigner.blogspot.com


- Futura mãmã !
disse...

Oi querida!
Adorei esse post!!!! De facto acho que nao há que fazer o bebe sofrer desnecessariamente, se podemos e estamos ali ao lado deles e podemos (e é nosso dever) cuidar deles da melhor forma, e nao deixa-los chorar horas e horas ( me custa tanto ver alguem a fazer isso a uma criança ), eles teem muito pela frente e muito tempo para spfrer ( tal como nos ja passámos e já sofremos )...por isso eu penso enquanto eles estao ali conosko, a nosso encargo e nosso dever cuidar dele e dar lhe todo o carinho...Nao vou cá com historias ( não de colo porque vicia e depois o bebe nao quer mais nada, nao deixe ele dormir contigo muito meses na sua cama porque se habitua e voce se farta ) pow !! E nosso filho, é nosso dever , qual habituar mal qual quê..eu pergunto de imediato , quando voce foi bebe tanbem gostava que o deixassem chorando para voce se calar, ou o deixassem dormir abandonado podendo ter o calor do corpo dos pais junto de si??
Voce tem razao super nanny nao, nem cá ideias de pediatras, seja voce mesmo, seja mãe á sua maneira ;)

Beijooo

Ana Júlia disse...

Olá, amiguinha

Realmente. Já imaginou deixar o bebê se esgoelar de tanto chorar? Como será que o pobrezinho lida sozinho com essa angústia, com esse abandono ( que ele não sabe que é temporário)?

Que desastre, não é mesmo?

Besitos
http://ensineseubebe.blogspot.com/

Anônimo disse...

Eu sempre pensei como vc e hoje minha filha com sete anos e não consigo que ela vá para cama dela kkkkk....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...