Páginas

sexta-feira, 16 de março de 2012

Refletindo...

Sobre o post anterior, o que fazer e o que não fazer varia muito de mãe pra mãe. Eu por exemplo, queria ter feito das coisas que citei, mas ao meu ver hoje eu teria feito tudo errado. Eu acho que cama compartilhada pode sim, colinho tem que dar sim, peito a livre demanda, amor, carinho e tudo mais que tiver direito. Sobre tv, ele ama mas não é por isso que ele assista o dia todo. Assiste sim mas eu controlo o tempo. Hoje ele come algumas "porcarias" sim mas ele tem 2 aninhos ja né, ta na hora de experimentar umas delícias de vez em quanto (beeeeem de vez em quando). Ele nem gosta de sorvetes, doces etc. Dei chupeta, dei mamadeira mas não gosto. Tirei o mais rápido possível. Tenho uma certa rotina até hoje que me ajuda muito a ficar tudo mais previsível e não bagunçar meus dias.

Eu acredito que eu aprendi o meu jeito de maternar, e mergulhei fundo, bem fundo nisso! Amo de verdade. Me entrego de corpo e alma. Porque desde quando decidi ter um filho eu decidi junto que eu não ia ser mais prioridade pra mim. Eu sempre fico em terceiro plano. Primeiro meu filho, depois o marido e aí sim sou eu. Podem me chamar de antiquada ou qualquer coisa do tipo mas eu gosto de cuidar de quem eu amo, gosto de verdade, tenho prazer nisso. Hoje eu tenho prazer até em cuidar da minha casa, coisa que nunca me vi fazendo na minha vida. Gosto de ter o controle das coisas, de saber ter um lar, de saber me equilibrar entre mãe, dona de casa, esposa e mulher.

Não sei se eu tivesse um super emprego eu me sentiria realizada assim. Pode ser, não sei. Nada sei, não sei se essa minha vida vai ser assim sempre. Pode ser que eu tenha que voltar a trabalhar, pode ser que com filhos maiores eu sinta necessidade. Não sei, e quem sabe? Me contento com o que tenho, tenho tudo o que preciso. Não que eu queira ser assim pra sempre, não, quero crescer sim, prosperar sempre mas não quero que meu filho ou meus filhos sofram com isso. Por isso vamos caminhar devagar para caminhar sempre e com os pés bem firmes no chão.

Eu vivo de acordo com meus ideais, o que eu acho que é certo. Mas o que é certo pra mim pode não ser para outra pessoa. Então acredito que podemos viver com as diferenças, sempre errando e acertando e fazendo o melhor possível para nossos filhotes.

Viva a maternagem!!! :-)

8 comentários:

Renata disse...

é isso ai Ari, o mundo todo dita muitas regras hoje em dia, existe teoria pra tudo, livros ensinando o que deve ser feito. Nem tudo é bobagem, mas o mais importante é seguir nosso coração sempre, ngm melhor do que nós para saber o que é melhor para nossos filhos
Rotina é bom sim, doce é bom sim, colo de mãe é maravilhoso e dormir juntinho ainda melhor, o importante é saber a hora certa e moderar... =)

Camila Carvalho disse...

isso aí, nosso instinto de mãe vale mais que mil teorias,
nem tudo é perfeito, nem tudo é regrado como deveria, mas pergunte se queremos outra vida? nuncaaa!rs
já estamos seguindo.

perolasdealanis.blogspot.com

Dayane disse...

Apoiadíssima, companheira Ari! heuaheua
Eu sou tranquila sabe, as vezes digo que sou em cima do muro. hehe Quero que minha filha coma o mais saudável possível, mas ela come uma besteira de vez enquando. Não gosto que ela assista televisão, mas tem assistido mais do que eu queria ultimamente. Limite é chave. Acho que tomar um sorvete e assistir um programa que gosta vez ou outra não faz mal, faz até bem pra alma. heheheh
Beijos

Kariny disse...

Oi flor, apoiada mais uma vez :)
Acho que cada uma sabe o jeito de criar seu filho, não existem "regras", a maternidade a gente aprende na prática e "mergulhando" mesmo, como você falou! As vezes o que funciona pra uma, não funciona pra outra, a rotina de uma, não serve pra outra; O que importa é que estamos sempre tentando, as vezes errando, as vezes acertando, mas sempre buscando o melhor!
Beijos e um lindo final de semana!

Li disse...

Ari,

Eu acho que cada mãe tem que encontrar o seu jeito de ser mãe!!! Você encontrou o seu. O importante é que o seu filho seja feliz e eu tenho certeza de que ele é todas as vezes que vejo o seu jeito carinhoso de falar sobre ele, quando vejo as fotinhos dele e seus olhos estão sorrindo e sempre muito brilhantes!!!
Tenho certeza de que você e o seu jeito de ser MÃE é o melhor para ele.
Parabéns por ser a mãe que você é!!!

Beijos!

Lívia.

Fabiana disse...

O gostoso é fazer o melhor de si. Trabalhando em fora ou casa,amamentando ou não... Porque qdo a gente da o nosso melhor, a gente fica bem com a gente mesma. E tem coisa mais gostosa?

Bjos.

Ivna Pinna disse...

É isso ai amiga! Só a gente sabe como as coisas devem ser. E vai testando, errando, acertando.
E se adaptando tbm!
Ótimo post!

beijão

Roteiro Baby disse...

Postei uma frase no twitter que tem tudo a ver com o que vc disse... diz assim: "Mães são filósofos instintivos". Vc tem toda razão... siga confiando nos seus instintos... e mantendo a rotina. Aqui em casa, essas duas coisas funcionam muito bem!
Adorei conhecer o seu blog!
Visite o Roteiro Baby também... em breve, faremos um SUPER sorteio de Dia das Mães! Fique de olho para participar!!!
Te aguardo no facebook (www.facebook.com/roteirobaby) e Twitter (@Roteirobaby).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...